Como otimizar o transporte de cargas?

09/06/2021

Sabemos que a maior preocupação de uma operação logística é uma execução ágil, com entregas precisas e rápidas, a fim de garantir resultados financeiros. E todo gestor concorda que um bom planejamento é a melhor ferramenta para reduzir custos e evitar prejuízos, mantendo a operação eficiente e rentável. Pois, além de manter veículos funcionando e entregas sendo feitas, também é necessário manter a competitividade no mercado. E como sempre falamos aqui, a tecnologia é a maior aliada para otimizar os processos e garantir a redução de custos e desperdícios. Hoje falaremos sobre algumas atitudes que podem auxiliar você a otimizar seu transporte de cargas.

Mapeie e automatize seus processos

A automatização reduz desperdícios, auxilia na redução de custos e ainda aumenta a produtividade, agilidade e qualidade.

Mas o sucesso de uma estratégia de automatização de processos está em seu mapeamento. Ou seja, ter total visibilidade sobre os processos, compreender como os recursos estão sendo utilizados e entender os custos envolvidos. E a partir disso, visualizar os pontos que podem ser melhorados. Mas para fazer esse mapeamento, o primeiro passo é entender o que é um processo. Segundo Chiavenato, um dos principais autores da Administração, “processo pode ser definido como uma sequência lógica de tarefas, uma sequência estruturada de atividades iniciadas com um input, de vários elementos possíveis, tendo como meio o processamento destes inputs, e tendo como fim, a saída o output.” 

Portanto, processo é uma ação que começa com alguns elementos (sejam mercadorias, solicitações de clientes), utilizam recursos (veículos, mão de obra, computadores) para chegar a um final (entrega da mercadoria ao cliente, por exemplo). Feito esse mapeamento, ficará mais fácil visualizar quais processos podem ser automatizados. É importante ressaltar que, embora muitos processos sejam semelhantes, cada empresa deve contemplar suas particularidades de negócio. Os processos de uma operação logística de FTL é bem diferente de uma operação LTL.

Rastreie sua frota

Com o rastreamento de frotas, é possível monitorar cada veículo e assim controlar gastos, planejar rotas e obter estimativas, além de assegurar o correto cumprimento das jornadas de trabalho e demais requisitos legais. Esse monitoramento em tempo real permite ao gestor e sua equipe tomar decisões com base em informações precisas. Caso o prazo de uma entrega esteja em risco em função do tráfego, é possível analisar rotas alternativas e notificar o motorista. Assim, há economia de tempo, combustível e todos os demais recursos envolvidos com essa entrega.

Invista (e não gaste) em manutenção preventiva

Um caminhão com defeito na estrada pode gerar vários acidentes. Por isso, a manutenção da frota é muito importante para sua eficiência, além de fundamental para a segurança do condutor e da mercadoria. Veículos com a manutenção em dia consomem menos combustível, além de estarem menos sujeitos a paradas inesperadas. Uma suspensão sem manutenção adequada pode levar ao desgaste mais rápido dos pneus e até levar ao tombamento da carga. 

Assim, uma boa manutenção preventiva deve contemplar a checagem do óleo, freios, suspensão, bateria, pneus, filtros de óleo e ar, luzes de sinalização e a limpeza do motor. Cada veículo possui suas próprias peculiaridades, mas cada fabricante disponibiliza muita informação sobre a frequência e itens que devem ser analisados. A manutenção preventiva evita surpresas e gastos emergenciais. E garante com que a mercadoria chegue no prazo ao destino final.

Escolha uma frota adequada

A escolha de frota é uma tarefa difícil para um gestor logístico. Além de inúmeras opções de fabricantes e modelos, a compra de frota própria é um investimento para vários anos, em uma realidade que muda diariamente. Cada empresa deve escolher o tipo de veículo mais adequado para as necessidades de sua operação. Tenha em mente que uma correta análise de frota pode representar redução de custos e melhoria na prestação de serviços ao cliente. Também é importante considerar se o veículo oferecerá o melhor desempenho para realizar o serviço para o qual será utilizado. Veículos subutilizados não serão rentáveis, enquanto veículos sobrecarregados terão um desgaste maior que o previsto e, portanto, mais horas na oficina.

Previna-se contra o roubo de cargasA cada 38 minutos, um caminhão de carga foi roubado no Brasil em 2020. Isso coloca o Brasil entre os 10 países com mais ocorrências do tipo. Além do trauma sofrido pelo profissional atrás do volante, cada ocorrência pressiona os custos das transportadoras para cima. E a melhor forma de se prevenir é investindo em tecnologia. O rastreamento da frota, além dos benefícios operacionais que citamos acima, ainda traz mais segurança para a viagem.

CARRETA ON LINE

Fonte: Cargon.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)