Conheça o primeiro caminhão brasileiro movido a biometano suíno que pode revolucionar o transporte de cargas nacional

16/11/2021
Objetivando sustentabilidade no transporte de cargas, a Nutribras Alimentos desenvolveu o primeiro caminhão movido a biometano suíno no MT. A tecnologia será ampliada para outros veículos da frota da empresa

Na última semana foi apresentado, em Sorriso (MT), o primeiro caminhão brasileiro movido a biometano suíno. O veículo conta com um motor híbrido, que também é movido por óleo diesel. O caminhão foi criado através de uma parceria entre a Nutribras Alimentos, empresa voltada para processos de suinocultura autossustentável, com a Universidade do Vale do Taquari (Univates). Vale ressaltar que a apresentação do modelo movido a biometano suíno contou com a presença de Tereza Cristina, ministra da Agricultura.

Caminhão movido a biometano suíno promete ser aperfeiçoado e render bons frutos ao transporte de cargas

De acordo com Paulo Lucion, diretor presidente da companhia, a próxima etapa do projeto terá como missão o aprimoramento do modelo. O objetivo é ampliar a tecnologia para outros veículos leves, ônibus, caminhões e tratores agrícolas que formam a frota da empresa.

  Através dessa etapa, os dejetos suínos passam por um tipo de tratamento específico para que os biofertilizantes e biogás sejam extraídos e revertidos em adubo orgânico capaz de impulsionar as lavouras de milho e soja e na redução do custo de energia elétrica, respectivamente.

Segundo a ministra de agricultura, quanto mais anda pelo Brasil, maior é sua admiração pelo que o setor de produção vem fazendo pelo país. São diversos projetos, como este do caminhão a biometano suíno, desenvolvidos e levados adiante com recursos próprios. “São empreendedores que vão muito além da própria produção. Eles desejam contribuir com o Brasil e isso é gratificante”, afirmou Tereza.

Um novo ciclo de produção no transporte de cargas é desenvolvido

Lucion destacou a responsabilidade tanto social quanto ambiental do projeto do caminhão de biometano suíno para o setor de transporte de cargas e afirmou que poder contribuir com o avanço da cadeia produtiva da suinocultura é algo que é impossível de se explicar.

Esse projeto trouxe a criação de um novo ciclo de produção. Os suínos são alimentados com ração produzida a partir do milho e da soja. Por sua vez, os rejeitos orgânicos dos suínos voltam para a cadeia de produção como energia elétrica, adubo ou, a partir de agora, como biometano suíno para caminhões.

Além de Sorriso, a empresa também conta com uma unidade situada na cidade de Vera, também no MT. A companhia tem capacidade para processar e abater cerca de 3 mil suínos por dia. A conquista do projeto demonstra que a sustentabilidade está no sangue da Nutribras Alimentos e é o resultado de muito esforço e empenho dos cientistas da UNIVATES e da equipe de colaboradores da empresa.

Conheça a Nutribras Alimentos

Com unidades situadas nos municípios de Sorriso e Vera, ambos no MT, a empresa é pioneira em implementar o modelo de suinocultura autossustentável no país. A Nutribras conta com uma alta tecnologia e profissionais qualificados para atender a demanda rígida do mercado.

Com suínos de granjas próprias a Nutribras segue de forma rigorosa, todos os padrões determinados pelo sistema de inspeção federal em termos de limpeza sanitária, e garante uma boa qualidade em toda sua linha de produtos.

 

CARRETA ON LINE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)