Com alta dos casos de covid, setor caminhoneiro sente o impacto

07/01/2021
Trabalhando desde o início da pandemia a categoria não parou

Os caminhoneiros foram uma das categorias que mais sofreram no início da pandemia de covid-19.

Os profissionais continuaram trabalhando enquanto muitos adotavam a política do “fique em casa”, mesmo em um momento crítico quando não se tinha sequer previsão para a vacina, a categoria continuava a trabalhar.

Os caminhoneiros também foram uma das últimas classes a serem incluídas em grupos prioritários em alguns locais, onde puderam tomar a vacina sem distinção de idade.

Com os casos aumentando e o surto de influenza H3N2 além do fluorina(Infecção simultânea pelo coronavírus e o vírus influenza), caminhoneiros ficam cada vez mais suscetíveis a adoecerem por alguma dessas doenças. 

Enquanto empresas colocam profissionais em home office ou em sistema híbrido, os caminhoneiros continuam seguindo na linha de frente sem nenhum programa pró-saúde para os trabalhadores. Aguardando cenas dos próximos capítulos.

 

CARRETA ON LINE

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)