Bolsonaro concede Ferrovia Norte-Sul e anuncia Ferrogrão de Sinop a Miritituba.

31/07/2019
Bolsonaro com o governador Ronaldo Caiado na assinatura do Contrato de Concessão da Ferrovia Norte-Sul

Ferrogrão. A ferrovia que ligará Sinop a Miritituba, no município de Itaituba (PA) começa a sair do papel. O presidente Jair Bolsonaro disse hoje, que sua concessão está no programa ferroviário nacional e que o edital para sua concessão será publicado até o começo de 2020, mas que poderá acontecer ainda neste ano.

A fala do presidente aconteceu hoje, 31,  quando da assinatura do contrato de concessão da Ferrovia Norte-Sul, no trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP), numa solenidade que contou com a participação do governador democrata goiano Ronaldo Caiado.  Essa ferrovia vai baratear de forma substancial o frete de mercadorias  no país. A malha ferroviária é um dos principais canais para escoamento da produção agrícola do país e a previsão é que as operações no tramo central tenham início até o final de 2019.

“A [Ferrovia Norte-Sul] é a espinha dorsal de transporte no Brasil. [Com a entrada em operação] vai baratear o frete e como consequência a mercadoria na ponta da linha chega na ponta mais barata para o consumidor, a gente vai consumir menos óleo diesel, menos acidente nas estradas”, disse o presidente durante a cerimônia de assinatura do contrato, em Anápolis (GO).

Com um total de 1.537 quilômetros, o trecho concedido da Norte-Sul é dividido em dois tramos. O primeiro, central, entre Porto Nacional (TO) e Anápolis (GO) com extensão de 855 km; e o tramo sul, abrangendo o trecho Ouro Verde de Goiás (GO) e Estrela D’Oeste (SP), com extensão de 682 quilômetros. A previsão é que este segundo entre em operação em 2021.

Durante a cerimônia, Bolsonaro comentou ainda o fato de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter citado seu filho, Eduardo Bolsonaro, possível indicado para ser embaixador do Brasil nos EUA, durante uma conversa com a imprensa norte-americana.

“No dia de ontem fiquei muito feliz quando o presidente Donald Trump citou o meu nome como uma pessoa de confiança da parte dele para investimentos no Brasil para aprimorar laços comerciais… e mais ainda, elogiou o meu filho Eduardo Bolsonaro, tendo em vista a minha intenção de indicá-lo para ser embaixador brasileiro nos Estados Unidos”, disse.

Ontem (30), o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse na capital paulista que os Estados Unidos têm interesse em fechar um acordo de livre comércio com o Brasil. Ele ressaltou, no entanto, que muitas etapas de negociação comercial ainda precisam ser cumpridas, e não quis estimar o tempo necessário para que o acordo possa ser fechado. Hoje, o secretário norte-americano tem reunião marcada em Basília com o presidente Bolsonaro.

Após a cerimônia, durante coletiva, Bolsonaro também falou sobre o novo contingenciamento no orçamento da União de R$ 1,442 bilhão. O ministério mais atingido foi o da Cidadania, que teve mais R$ 619,166 milhões congelados. Em seguida, vem a Educação, com R$ 348,471 milhões contingenciados.

“Se não fizer isso eu vou para o impeachment. E não vamos pedalar, não vamos descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse. “Eu não quero culpar quem nos antecedeu, mas pegamos a União, o Estado quebrado e temos que buscar maneira de solucionar.”, afirmou o presidente.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)